Pré-candidato à Presidência, Janones diz que Macron é presidente da Argentina e justifica: 'posso falar a cesta básica inteira'

Pré-candidato à Presidência, Janones diz que Macron é presidente da Argentina e justifica: 'posso falar a cesta básica inteira'
Pré-candidato à Presidência, Janones diz que Macron é presidente da Argentina e justifica: 'posso falar a cesta básica inteira'

Deputado federal pelo Avante, Janones deu entrevista ao jornalista Roberto D’Ávila, na GloboNews. Em seguida, se justificou dizendo que um presidente precisa "saber muito mais o que o trabalhador, a empregada doméstica, o pedreiro está precisando" do que política externa.

O deputado federal e pré-candidato à Presidência, André Janones (Avante), disse em entrevista ao jornalista Roberto D’Ávila, na GloboNews, que o presidente da Argentina é Emmanuel Macron. Na verdade, Macron é o presidente da França, enquanto Alberto Fernandez é o atual presidente da Argentina - ele tem a peronista Cristina Kirchner como vice-presidente.

A entrevista foi ao ar na noite desta terça-feira (12). Em determinado ponto da conversa, D’Ávila perguntou ao pré-candidato o que ele pensava sobre a política na Argentina. Na resposta, Janones não falou sobre o tema. D’Ávila insistiu. Janones então se justificou:

“Eu não tenho uma análise profunda sobre a Argentina hoje”, afirmou o pré-candidato. O jornalista questionou em seguida: “O senhor sabe quem é o presidente?”. Janones respondeu que sim. D’Ávila então perguntou qual é o nome do presidente argentino.

“O presidente da Argentina hoje? É o... Macron”, respondeu Janones. Depois de um instante de silêncio, o próprio Janones se corrigiu: “ Da França”. D'Ávila, então, disse: “Macron é o presidente da França”. E Janones ratificou: “É o presidente da França.” Depois, questionado sobre quem era o presidente da China por D'Ávila, Janones respondeu "não sei também".

Em seguida, o pré-candidato se justificou dizendo que um presidente precisa "saber muito mais o que o trabalhador, a empregada doméstica, o pedreiro está precisando". Questionado sobre qual o preço do gás de cozinha, Janones respondeu "em torno de R$ 100, o pacote de arroz em torno de R$ 25, o pacote de feijão entre R$ 8 e R$ 10".

"E aí eu posso te falar a cesta básica inteira, posso te falar o que essas pessoas precisam, posso te falar o preço que elas pagam nas passagens de ônibus, posso te dizer a realidade de cada canto desse país", disse. "Isso eu entendo muito bem, muito mais do que política externa".

D'Ávila, então, pergunta se Janones vai estudar política externa. "Vou aprender no exercício do mandato", respondeu o deputado federal.

A entrevista abordou também outros temas, principalmente da política nacional, dentre os quais desigualdades sociais acentuadas pela pandemia, economia, a relação dos brasileiros com redes sociais e o meio-ambiente.

Fonte:G1