Plantão
Rondônia

Com salários atrasados, servidores da Caerd entram em greve em Rondônia

Publicado dia 08/05/2018 às 16h57min
A paralisação atingiu 90% dos servidores Companhia

Servidores da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) entraram em greve na manhã desta segunda-feira (07), em todo o estado. O motivo da paralisação é a falta de pagamento dos salários. Segundo a categoria, a população não será prejudicada com a falta de abastecimento de água. A greve segue por tempo indeterminado e grevistas estão concentrados na sede da Caerd da capital.

 

A paralisação atingiu 90% dos servidores Companhia, mas, segundo o Sindicato dos Urbanitários (Sindur), os serviços essenciais como tratamento e distribuição da água continuam funcionando normalmente em todo o estado.

 

De acordo com Jussie Nogueira, servidor da Caerd, o atraso no pagamento dos salários se estende há quatro meses.

 

"Janeiro, fevereiro, março e agora abril. Por isso estamos parados. Não é pra prejudicar a população não", diz Nogueira, ressaltando que o 13° terceiro salário, que deveria ter sido pago em dezembro, só foi pago em abril.

 

A presidente da Caerd, Iacira Azamor, informou que a Companhia tem aproximadamente 600 servidores e todos estão com salários atrasados. "Os salários estão atrasados porque não tem dinheiro pra pagar", pontua a presidente.

 

A última paralisação das atividades devido atraso de salários aconteceu em novembro de 2017, os servidores se reuniram em frente ao Palácio Rio Madeira para cobrar salários de setembro e outubro.

 

Fonte: G1-RO