Plantão
Educação

Após oito dias, mais de 7 mil professores estão em greve em Rondônia

Publicado dia 28/02/2018 às 18h04min
Seis escolas de Porto Velho da rede municipal também aderiram parcialmente ao movimento grevista. Greve do estado iniciou dia 21 de fevereiro.

A greve dos professores estaduais de Rondônia completou oito dias nesta quarta-feira (28). Segundo a Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc-RO), 86 escolas estão totalmente fechadas no manifesto e mais de 60 funcionam parcialmente. A categoria reivindica, principalmente, a valorização salarial.

De acordo com a a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (Sintero), Lionilda Simão, mais de 70% dos professores aderiram ao movimento grevista desde 21 de fevereiro, ou seja, mais de 7 mil trabalhadores.

Conforme Lionilda, mais professores aderiram ao movimento desde o início da paralisação. "Passamos de 70% dos professores em greve, o que dá uma média de 7 a 8 mil. Agora todas as regionais estão paralisadas", informou a presidente do Sintero.

Na última terça-feira (27), o Sintero se reuniu com a Mesa de Negociação Permanente (MENP), mas, após a audiência, eles não entraram em acordo e seguem em greve.

"Ontem nós tivemos uma audiência com a MENP e não avançamos. Estamos aguardando e eles ficaram de avaliar o que nós propusemos. E a categoria espera com as atividades paralisadas", diz a presidente.

Algumas escolas estão totalmente fechadas, outras adeiram parcialemnte ao movimento grevista em Rondônia (Foto: Hosana Morais/G1)

Algumas escolas estão totalmente fechadas, outras adeiram parcialemnte ao movimento grevista em Rondônia (Foto: Hosana Morais/G1)

Fonte: G1/RO