CIDADE NATIVA/Ji-Paraná-RO

Brasil

Filho adotivo arquitetou plano para que bando matasse seu próprio pai

Polícia revela que filho arquitetou plano para que bando matasse seu próprio pai

Acre - Foi apresentada na manhã desta quarta-feira (11), a prisão do quinto elemento envolvido no latrocínio de um fazendeiro ocorrido no dia 8 de janeiro, na região do município de Porto Acre.

Cerca de um mês após o crime, quatro elementos que teriam participado diretamente da ação foram presos e já até foram denunciados pelo Ministério Público, mas hoje delegado Sérgio Lopes, apresentou a prisão de Wyguisson Martins de Freitas Silva, de 29 anos, filho de criação do fazendeiro assassinado e apontado como responsável por ter arquitetado o crime.

“Todos os quatro presos que participaram diretamente do crime mencionaram em seus depoimentos que foram contratados por Wyguisson para praticar o crime. Disseram que a intenção era matar e subtrair R$ 80 mil que estaria com a vítima quando ele foi abordado. Em contrapartida, Wyguisson teria prometido dinheiro e um terreno aos contratados caso conseguissem concretizar o crime”, disse Sérgio Lopes.

No paredão da Polícia Civil, ofegante e de frente para as câmeras, o filho do fazendeiro alegou ser inocente e ter sido vítima de uma armadilha. “Eu amava meu pai, eu sou inocente e vou provar o que estou dizendo. Fui vítima de uma armadilha, uma emboscada. Não sei porque eles estão dizendo que eu contratei eles, eu sou inocente e vou provar”, finalizou o acusado.

Página:

http://cidadenativa.com.br//noticia/brasil/2018/04/11/filho-adotivo-arquitetou-plano-para-que-bando-matasse-seu-proprio-pai-/2200.html