Flamengo impôs sua rotina de vitórias, na volta do futebol e vence o Bangu

Flamengo impôs sua rotina de vitórias, na volta do futebol e vence o Bangu
Flamengo impôs sua rotina de vitórias, na volta do futebol e vence o Bangu

No Maracanã sem público, por conta da pandemia, o time de Jorge Jesus, mesmo sem ritmo, venceu o Bangu por 3 a 0. Caminha fácil para mais um título.

São Paulo, Brasil

Mesmo sem três meses sem um jogo oficial, situação inédita na vida de seus jogadores, o Flamengo não tomou conhecimento do Bangu.

Com total posse de bola, o elenco mais poderoso do Brasil não tomou conhecimento do fraco adversário. Venceu por 3 a 0, gols de Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha, sem forçar.

Gabigol deu duas excelentes assistências nos gols de Bruno Henrique e Pedro Rocha.

Lógico que faltou ritmo, jogadas simples foram desperdiçadas. Mas o desequilíbrio técnico e físico se impôs.

O atual campeão da Libertadores, do Brasileiro  já venceu a Taça Guanabara, ganhou sua quarta partida seguida e se classificou para as semifinais da Taça Rio.

E caminha firme para vencer o segundo turno também e, se conseguir mais pontos na classificação geral, ganhará o Carioca sem final.

Em pleno auge da pandemia, o futebol voltou ao país.

Mais 1.204 brasileiros perderam a vida ontem, por conta do coronavírus. Já são 47.869 mortes no país pela pandemia.

As arquibancadas do Maracanã estiveram vazias.

Mas o hospital de base, montado ao lado do estádio, no mesmo complexo, estava lotado de pacientes com o coronavírus.

No primeiro gol, os jogadores não se abraçaram. Cumpriram o protocolo

No primeiro gol, os jogadores não se abraçaram. Cumpriram o protocolo

Alexandre Vidal/Flamengo

O jogo foi fantasma.

A Globo optou por não mostrar o jogo e avisou que irá entrar na justiça para que o Flamengo não transmita a partida contra o Boavista, na próxima quarta-feira, apesar da MP 984 de Bolsonaro, que dá o direito de transmissão para o clube mandante de qualquer competição no país, desde que não exista contrato assinado com uma emissora. Como é o caso do Flamengo no Carioca.

"Nosso primeiro jogo, e não parecíamos que estávamos há tanto tempo sem jogar. No primeiro tempo, o Bangu não chutou no gol, e nós fizemos um gol.

"Na segunda parte, foi normal termos mais espaço com o cansaço do adversário. Fizemos dois gols e poderíamos ter feito mais. Nossa equipe deu uma resposta muito boa. É muito evoluída taticamente.

Publicidade

Fechar anúncio

"Eu não esperava tanta qualidade já no primeiro jogo, foi perfeito", elogiou Jorge Jesus.

O treinador português tem o time 'pronto', montado, desde o ano passado. 

Jorge Jesus fez as cinco substituições que teve direito, com a mudança temporária da lei do futebol, pela pandemia. Entraram Thiago Maia, Diego, Vitinho, Michael e Pedro Rocha.

"Neste princípio temos que fazer todas as substituições, deixar todos os jogadores em um nível competitivo",detalhou.

No centro, o diretor Mairovitch. Imagens ilegais do jogo pela Internet

No centro, o diretor Mairovitch. Imagens ilegais do jogo pela Internet

Reprodução/ Instagram

O mais bizarro da partida de ontem foi o diretor de arbitragem da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Luiz Mairovitch, transmitir ilegalmente trecho do jogo, usando seu celular, nas suas redes sociais.

Um vexame.

A Ferj pediu desculpas em nome de Mairovitch.

"A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro não permite, não aprova, tem certeza de que não houve má intenção, admite o erro e afirma que tal fato não deve se repetir. Possivelmente o entusiasmo do momento possa ter motivado ação, jamais a ilegalidade, e pede desculpas pelo fato em nome de seu Diretor."

Antes da partida, cerca de 30 torcedores começaram um protesto contra o presidente Bolsonaro, mas foram dispersos pela Polícia Militar.

Gabigol  comemorando com Bruno Henrique. Cena revivida no Maracanã

Gabigol comemorando com Bruno Henrique. Cena revivida no Maracanã

Alexandre Vidal/Flamengo

Hoje, Boavista e Portuguesa jogarão às 15h30.

No domingo, mais dois jogos:  Vasco e Macaé, Madureira e Resende.

No auge da pandemia, o futebol voltou ao Brasil.

Como tanto quis o Flamengo...

 

Cosme Rimoli do R7