Dois exames, dois ônibus e sem concentração: a programação do Flamengo para encarar o Bangu

Dois exames, dois ônibus e sem concentração: a programação do Flamengo para encarar o Bangu
Dois exames, dois ônibus e sem concentração: a programação do Flamengo para encarar o Bangu

Jogadores farão dois testes no CT e também treinarão na manhã desta quinta.

No "novo normal" do futebol com a pandemia de coronavírus, a rotina dos jogadores do Flamengo antes de uma partida teve uma mudança significativa: por causa do curto tempo de marcação do duelo com o Bangu, o elenco não irá se concentrar para o jogo. Originalmente, o protocolo da Ferj prevê concentração de 48 horas antes dos duelos.

A apresentação dos atletas está marcada para as 9h desta quinta-feira, no Ninho do Urubu. Ao chegarem, eles serão submetidos a dois testes rápidos: um com cotonetes especiais e outro de sorologia. O primeiro resultado leva de 30 a 45 minutos para ficar pronto, e o segundo, cerca de 10 minutos.

Rafinha e Diego Alves riem durante treino do Flamengo nesta quarta-feira — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Rafinha e Diego Alves riem durante treino do Flamengo nesta quarta-feira — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Após os testes, os jogadores irão a campo para um treino leve sob o comando de Jorge Jesus, algo comum em dias de partidas à noite desde que o Mister assumiu o comando. Com os resultados dos testes, o treinador irá definir a lista de relacionados para o jogo.

Os atletas convocados irão para o Maracanã divididos em dois ônibus, já previamente higienizados, seguindo as normas do protocolo "Jogo Seguro 2". Jorge Jesus vai com o time, mas o restante da comissão está liberar para fazer o trajeto até o estádio nos carros particulares, se assim desejarem.

No local da partida, tudo será feito de acordo com o protocolo divulgado pela Ferj.

O Bangu também realizará dois testes pela manhã. O Flamengo abriu mão dos testes oferecidos pela Ferj, para que a oferta seja maior para os clubes de menor investimento.

Bangu e Flamengo se enfrentam às 21h (de Brasília) no Maracanã. O jogo é válido pela quarta rodada da Taça Rio e será o primeiro no Rio de Janeiro desde a paralisação das atividades devido à pandemia de coronavírus.

 

 

Por Fred Huber — Rio de Janeiro